Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher

CHIQUINHO APRESENTA PROJETO EM COMBATE A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER


Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher

Todo ano, no dia  25 de novembro é comemorado o "Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher", e por acreditar que esta data não possa ser apenas uma data comum dentre tantas devido a complexidade e gravidade do assunto foi que o Vereador Chiquinho do Zaíra do Avante apresentou no dia 14 de novembro de  2017, duas importantes proposituras que visam promover o esclarecimento e a conscientização de nossa população sobre a violação dos direitos das mulheres em nossa cidade. Um foi o Projeto de Lei onde proponho instituir no calendário oficial de eventos da municipalidade, o dia municipal de mobilização pelo fim da Violência contra a Mulher, denominado como o “Dia da Não-Violência contra a Mulher”. No projeto Chiquinho propos que a data deva ser comemorada anualmente no dia 25 de novembro, mesma data que é comemorado o Dia Internacional da Luta Contra a Violência a Mulher.
Segundo pesquisa divulgada em março pelo Instituto Datafolha, uma em cada três mulheres sofreram algum tipo de violência no Brasil no último ano. Só de agressões físicas, o número é alarmante: 503 mulheres brasileiras vítimas a cada hora.
"Precisamos enfrentar o problema da violência contra à mulher de forma conjunta e com processos estratégicos de caráter público", Declarou Chiquinho.
A segunda propositura apresentada foi um Requerimento encaminhado ao Poder Executivo, onde o Vereador solicitou informações ao Poder Executivo, sobre o uso de espaços públicos do município para publicidade de campanhas educativas sobre atos de violência contra as mulheres. 
No Requerimento Chiquinho considerou a necessidade de ter que se que discutir, entender e mudar o quadro caótico da violência contra as mulheres em todas as camadas da sociedade, onde também ressaltou que o Poder Executivo deve acrescentar em suas campanhas publicitárias, nos espaços públicos de publicidade, a divulgação de campanhas educativas sobre os atos de violência contra as mulheres, visando o combate a esta prática, incentivando a denúncia e estimulando a participação popular no tema.